sábado, 21 de janeiro de 2012

Ex-jogador Beto lembra do seu tempo de glória

O ex-jogador cuiabano Joubert Araújo Martins, mais conhecido como Beto, ou mais popularmente  'Beto Cachaça' ou 'Beto 'Balada', apelidos que ganhou em função da vida 'extra' campo foi entrevistado no Programa 'Esporte Fantástico', da Rede  Record, neste sábado. 
Ao programa, Beto disse que enquanto  jogador de futebol tinha 'moral' para 'mandar', dentro do clube que atuava. O meia disse que teve participação na queda de dois dos seus ex-treinadores: Joel Santana e Sebastião Lazaroni.“No Grêmio, eu falei que se o treinador ficasse, eu não jogaria mais e o treinador saiu, porque eu estava bem, tinha nome, fui contrato a peso altíssimo, vai querer me perder ou perder o treinador?. Na época, (o treinador) era o Lazaroni”, revelou.O meia afirmou que a situação se repetiu em sua passagem pelo Flamengo. “Toda vez me tirava, me tirava. Mesmo jogando bem, me tirava, parecia superstição. Ai eu procurei a diretoria na volta da viagem e caiu dentro do avião ainda, era o Joel Santana”, contou.Beto não nega que gostava de sair nos momentos de folga. “Gostava de sair mesmo, tomava a minha cerveja com os meus amigos, fazia o meu churrasco”, confessa e reconhece que a má fama o prejudicou e foi um dos motivos para não disputar a Copa do Mundo de 1998. “Apesar que lá não tinha nenhum santo né”, diz ao risos.O jogador passou por grandes clubes do Brasil. O início de carreira foi arrasador no Botafogo, quando f conquistou o Campeonato Brasileiro de 1995 pelo clube carioca. A boa fase o colocou na Seleção Brasileira e, jogando como titular, fez parte da conquista do Torneio Pré-Olímpico das Olimpíadas de Atlanta, em 1996, mas devido a uma contusão, não participou das Olimpíadas e nem da Copa América de 1999.Jogou no futebol italiano defendendo o Napoli, na temporada de 1996/1997. No retorno ao Brasil, jogou no Grêmio e depois, no Flamengo. No clube da Gávea, Beto ficou por quatro anos seguidos e teve uma rápida passagem pelo São Paulo. No rubro-negro, o jogador fez parte da inesquecível conquista do tri-campeonato carioca, em cima do Vasco, entre 1999 e 2001.No meio da temporada de 2002, Beto saiu do Flamengo e foi para o Fluminense, mas, no ano seguinte acertou a ida para o Japão. De volta ao Brasil em 2003 jogou pelo Vasco da Gama, clube no qual foi campeão carioca, o quarto título de sua carreira. Em 2004 voltou ao futebol japonês onde jogou até 2006. No ano seguinte já estava no Brasil, defendendo o Itumbiara de Goiás e mais tarde, o Brasiliense. Em 2008 voltou ao Vasco da Gama, mas teve problema com a comissão técnica e em 2009 é contratado pelo Imbituba para disputar o campeonato Catarinense da segunda divisão. Oficialmente foi seu último.

Títulos 


Botafogo
Campeonato Brasileiro1995

Flamengo
Campeonato Carioca19992000 e 2001
Taça Guanabara: 1999 e 2001
Taça Rio: 2000
Copa Mercosul1999
Copa dos Campeões: 2001

Fluminense
Campeonato Carioca2002

Vasco
 Campeonato Carioca2003
Taça Guanabara: 2003

Seleção Brasileira
Copa América1999

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário